Fotografia, Pessoal por

Colonia del Sacramiento

DSCN7908

Estava adiando escrever esse post. Não por preguiça, mas por saudade. Saudade desse dia em especial, quando eu e minhas irmãs conhecemos Colonia del Sacramiento. Estava com medo de não usar as palavras certas e não conseguir transmitir a beleza do lugar e do momento.

Semana passada viajei para o Uruguai com minha irmã caçula, Laura, para vistarmos nossa irmã mais velha, Aline, que está fazendo uma parte do doutorado em Montevideo. Fui sem muitas expectativas em relação ao país, achava que seria “normal”, mas me enganei. Gostei do clima, das pessoas, da educação no trânsito e do estilo de vida bem diferente do que estamos acostumados aqui no Brasil. O que para nós é polêmico, para eles é rotina.

Decidimos conhecer Colonia porque é a cidade uruguaia mais próxima de Buenos Aires. É possível chegar à Argentina de barco, atravessando o Rio da Prata. Lá descobri que antigamente o Uruguai pertencia à Portugal e, por isso, grande parte da arquitetura de Colonia é portuguesa, embora tenha sofrido muita influência cultural de outros países europeus, posteriormente.

Fecho os olhos e lembro dos detalhes: o vento frio, o sol brilhando na água, as cores das casas e a companhia das minhas irmãs, que fizeram desse dia um dos mais lindos que já vivi. Vou parar de encher esse post de palavras e recheá-lo de fotografias. Elas sim, sabem dizer mais verdades e belezas.

calle

DSCN7895

DSCN7891

DSCN7894

DSCN7903

DSCN7902

DSCN7913

DSCN7924

DSCN7909

selfie

DSCN7910

DSCN7950

DSCN7944

DSCN7996

gris

DSCN7952

10736371_773632829364176_24682441_o

DSCN7977

DSCN7964

DSCN8004

por do sol

*

“Ser irmão é ser o quê? Uma presença
a decifrar mais tarde, com saudade?
Com saudade de quê? De uma pueril
vontade de ser irmão futuro, antigo e sempre?”

Carlos Drummond de Andrade

<3

Pessoal por

Viajar é preciso

viagem

Aaaah! Nem acredito que amanhã vou viajar! Se tem uma das melhores sensações que já experimentei foi a decolagem do avião, quando ele acelera, acelera, mais e mais e, de repente, sobe. O chão vai ficando longe e as nuvens cada vez mais próximas. É o momento que antecede as melhores experiências que serão guardadas com muito carinho para sempre.

Amanhã eu e minha irmã mais nova embarcaremos rumo ao Uruguai. Vamos vistar nossa irmã mais velha que está fazendo uma parte do doutorado em Montevideo. A duração da viagem será de uma semana. Pretendo tirar muitas fotos com a minha maquininha compacta e depois compartilhar por aqui. Quis avisar sobre a viagem pois ficarei alguns dias sem atualizar o blog.

Alguém já foi para lá e tem dicas legais para me dar?

Estou muito ansiosa e tenho certeza que voltarei ainda mais apaixonada por viajar!

<3

Projeto 45 dias por

Projeto 45 Dias: Amélie Poulain pronta (finalmente)

am2

Eu deveria ter vergonha de continuar chamando esse projeto de Projeto 45 Dias, já que levei praticamente oito meses para finalizá-lo. Tenho minhas justificativas, que podem soar desculpas esfarrapadas, mas eu me perdoo, pois sei que me esforcei, errei e aprendi com ele.

A primeira justificativa é que logo após lançar o projeto, comecei a trabalhar fora e meu horário ficou todo confuso. Não conseguia mais me organizar e, consequentemente, isso foi refletido no blog, que passou a ter menos atualizações. Quando finalmente havia terminado a boneca (leia post aqui), ainda faltava costurar a roupinha.

Tentei fazer o vestido com a maior boa vontade, mas depois de 10 minutos, quando tudo começou a dar errado, dramatizei como uma atriz de novela mexicana (com direito à lagrimas excessivas) e desisti da costura. Depois do meu post desabafo, ouvi o conselho da Bianca do blog Two Bee e pedi ajuda à Lou Grimes, costureira talentosa que faz roupinhas para Blythes. Preguiçosa que sou, encomendei um vestidinho para ela, pois nem queria pensar em costurar novamente, mesmo com ajuda e orientações.

A minha encomenda chegou na quinta-feira, mas só fiquei sabendo dela ontem à noite. Quase morri quando abri a embalagem e vi em minhas mãos um vestidinho tão delicado e fofo. A Lou foi muito caprichosa! Naquele instante, percebi que eu realmente não nasci para costurar! Ok, eu preciso me conformar com isso, hahaha!

am4

am3

am5

Diego lindo <3

am6

am7

am8

am9

am10

am11

Amélie dentro da maleta. Fiz um post sobre o que guardei dentro dela. Se você ainda não viu, leia aqui.

am12

am13

am14

Essa é minha gatinha Amélie. Para quem não sabe, o nome dela foi em homenagem ao filme <3

am15

Amélie com a bonequinha Amélie, demonstrando “amor” com seu jeito felino de ser :)

*

E aqui, finalmente, concluo o Projeto 45 Dias Amélie Poulain!

Gostei muito do processo de criação e também do resultado, apesar do desafio da costura e da demora.

O importante é isso: iniciar projetos sem idealizar a perfeição, porque isso nos trava e nos impede de aprendermos com as dificuldades. E quando parecer que tudo está dando errado, podemos sempre contar com a ajuda de pessoas queridas, nunca estaremos sozinhos.

Obrigada por acompanhar esse projeto comigo!

<3