Diversos, Inspirações por

41º Salão Internacional de Humor de Piracicaba

salão

Não sou piracicabana, mas tenho muito orgulho dessa cidade. Os eventos culturais aqui promovidos tem importância regional e mundial, como é o caso do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, responsável por “lançar” talentos como Ziraldo, Millôr, Angeli, Laerte e Glauco.

Quando vim morar aqui, não sabia exatamente o que era o Salão Internacional de Humor, tampouco havia visitado a exposição, que é anual. Essa história mudou esse ano, quando participei de um curso de formação para professores que abordava a linguagem do humor gráfico na sala de aula. A intenção desse curso, promovido pela prefeitura e Diretoria de Ensino, era capacitar os professores para que esses preparassem seus alunos para o Salãozinho de Humor, que acontece junto com o Salão principal.

salão10

O primeiro Salão aconteceu em 1974, quando artistas, jornalistas e intelectuais da cidade se reuniram para manifestar seus ideais em plena ditadura militar. Com o passar dos anos, o evento cresceu e tornou-se referência no mundo todo.

Com o curso que fiz, pude aprender diversos conceitos relacionados ao humor gráfico e transmitir esses conhecimentos com mais propriedade aos meus alunos. Cartuns, charges, caricaturas e tirinhas HQ e seus respectivos significados não se misturam mais na minha cabeça e eu sei o que cada um significa. Isso comprova o que quando a gente ensina, também aprende.

Seguem algumas fotos de trabalhos que me chamaram a atenção durante a minha visita à exposição:

salão3

salão5

salão4

salão7

salão8

salão2

salão6

Tomei uma decisão: ano que vem vou participar do Salão, inscrevendo um trabalho meu. Me animei depois de saber que eles também aceitam esculturas, além dos desenhos. Até já fiz o esboço e pretendo começar a produção o quanto antes!

*

A exposição vai até o dia 12 de outubro. Portanto, quem tiver a oportunidade de visitar, não perca!

Para conhecer os trabalhos vencedores desse ano e obter maiores informações, visite o site e a página no Facebook .

<3

Pessoal por

O primeiro aniversário do blog

niver blog

Hoje o blog completa um ano e eu mal posso acreditar na rapidez do tempo. Criar o blog foi uma decisão empolgante.

Tirar as fotos, editar, pensar em projetos e tutoriais, democratizar a receita da massa de papel machê, divulgar meu trabalho e compartilhar com muitas pessoas um pouco do meu mundo. Nesse tempo, posso dizer que aprendi bastante e conheci pessoas legais. Eu só tenho um pensamento: continuar com o blog por muito tempo!

Reuni os principais posts que marcaram esse primeiro ano do No país da Alice:

Fantoches e dedoches: os primeiros trabalhos

Como fazer a cabeça de um fantoche

Para sempre Frida

Viva la vida

Receita da massa de papel machê (parte 1)

Receita da massa de papel machê (parte 2)

Conhecendo meu ateliê

Tintas e vernizes que uso no meu trabalho

Dicas de sites sobre papel machê

Como tudo começou

Projeto 45 dias: a ideia

Projeto 45 dias: conclusão

Meu lugar preferido no mundo

Diego

28 outonos

*

Obrigada por acompanhar meu trabalho!

<3

Fotografia, Pessoal por

Um dia de modelo

menor11

Quando criei o blog, em setembro do ano passado (logo completará um ano) nem imaginava que pessoas “desconhecidas” o acessariam. Pensava que seria mais um canal de divulgação do meu trabalho, o que de fato é mesmo. Mas não sabia que poderia conhecer pessoas incríveis através dele. Uma dessas pessoas é a Aline, uma fotógrafa talentosíssima, e o modo como nos conhecemos é particularmente curioso.

A Aline viu uma foto que enviei para o Click do leitor do Blog Serendipty, gostou e acessou meu Flickr. A foto dos bonecos personalizados que fiz da família do meu professor de fotografia chamou sua atenção e ela comentou “nossa, parece muito com meu professor de fotografia, o Jefferson”. Foi quando descobrimos que tínhamos um “professor em comum” e que morávamos na mesma cidade.

Ela, então, passou a acompanhar o blog e me adicionou no Facebook, quando veio a segunda descoberta: somos quase vizinhas, pois moramos a quatro quarteirões de distância! Nos conhecemos pessoalmente na oficina de papel machê que ministrei no Sesc Piracicaba e desde então ficamos amigas.

Admiro muito seu trabalho. Ela tem um olhar sensível, criativo, técnico e é muito esforçada. Combinamos, então, dela fazer algumas fotos no meu “ateliê” e de quebra ganhei um book com direito a poses de modelo. Amei o resultado e faço questão de compartilhar aqui no blog :)

menor2

menor3

menor4

menor5

menor6

menor7

menor9

menor10

menor12

menor13

O que vocês acharam?

Conheçam mais sobre o trabalho da Aline no Flickr e Facebook.

Obrigada, Aline! Não vou cansar de agradecer e de elogiar seu trabalho :D

<3